Bamako Festa Audiovisual

panfleto bamako festa 2014-02-02

 

Nossa primeira festa mesclando cinema e música. Tem coisa melhor?

Neste mês de agosto o Cineclube Bamako apresenta mais uma de suas ações: Uma festa que irá reforçar uma integração das linguagens audiovisual e musical. A nossa Festa Audiovisual acontecerá no Espaço Cultural Xinxim da Baiana

No dia 29/08 a partir das 20h, vamos exibir o clipe Pra Verdade Estremecer de Banda N’Zambi, o primeiro produto audiovisual do Bamako. Além disso teremos o filme caboverdiano Batuque – A alma de um povo, de Júlio Silvão Tavares.

Após as exibições, vai rolar muita música com o grupo Percussivo Tambores de Ògún e a  Dj Pretaone.

Teremos uma TAXA DE MANUTENÇÃO nos valores abaixo:

R$ 5,00 (Antes do filme)
R$ 8,00 (Depois do filme)

Obs: Tolerância de atraso pro filme é de até 20 minutos após o início do filme. Depois disso, só quando o filme acabar. Não se atrasem,os são filmes muito bons e você ainda paga o precinho camarada.😉

 

Esta é uma das ações criadas para angariar recursos para as ações de nossa proposta cineclubista, que é totalmente independente financeiramente. Com isso firmamos esta parceria com o Espaço Cultural Xinxim da Baiana, que abre suas portas para receber nossa festa.

Também teremos à venda de camisetas Bamako, no valor de R$ 25,00. Garanta a sua!

Vamos nessa conferir esse diálogo percussivo de imagens e sons, esperamos todos lá!

 

 

Confira a sinopses dos vídeos:

PRA VERDADE ESTREMECER – N’ZAMBI

Realização: Bamako Produção | Produção: CCJ Recife / N’Zambi Produção | 2014 | Videoclipe | 3’50”

O dia a dia de correrias de um rastaman, desde que percorre o bairro da Várzea para trabalho e também para momentos de diversão.

 

BATUQUE – A ALMA DE UM POVO
Cabo Verde | Júlio SIlvão Tavares | 2006 | Documentário | 52 min

Característico da ilha de Santiago, o Batuque tem origem nos primeiros escravos trazidos para a ilha em 1462 e é a mais antiga manifestação cultural de Cabo Verde. Relegado ao espaço rural durante a colonização por ser considerado ofensivo da boa moral, o Batuque foi reprimido e proibido, mas sobreviveu graças à resistência e à constante passagem de testemunho de gerações a gerações. Através da história do Batuque, e das poesias das cantadeiras, o batuque oferece-nos um prisma único por onde se filtra a própria História de Cabo Verde.

 

 

O quê? Bamako – Festa Audiovisual
Quando? 29 de Agosto, a partir das 20h
Onde? Espaço Cultural Xinxim da Baiana –  Avenida Sigismundo Gonçalves 742, próximo à praça do Carmo, Olinda – PE.

Entrada: R$ 5,00 (antes do filme, até 20 minutos depois do inicio) / R$ 8,00 (após o filme)

Contato:
cineclubebamako@yahoo.com.br
+55 81 9761 8998 / 8564 2224
facebook.com/cineclubebamako

Esta publicação foi postada por Gabriel Muniz.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: